Você é muito ciumenta? Fica marcando encima do seu parceiro o tempo todo? Saiba que você pode estar sofrendo de ciúmes possessivo.

 

Sentir ciumes em um relacionamento é perfeitamente normal. Ele é um sentimento básico de proteção e alerta para não perder quem nós amamos.

 

Mas se você exagera na dose, faz cena, desconfia de tudo, sofre e faz sofrer no relacionamento por causa desse sentimento. É sinal de que tem um problema.

 

Você precisa urgente aprender como controlar esse ciúme possessivo antes que seja tarde demais, e você perca seu amor por conta desse sentimento exagerado.

 

Neste artigo, vou te falar sobre os 3 aspectos fundamentais de uma relação amorosa. Se você trabalhar cada um deles corretamente, seu relacionamento vai melhorar muito e o ciúmes possessivo estará controlado definitivamente.

 

Caso você sofra de ciúme possessivo e acabou terminando seu relacionamento, saiba que é possível superar a dor e ser feliz novamente. Você pode usar o que vou te mostrar aqui para estar pronta para recuperar seu amor.

 

 

Como Identificar o Ciúme Excessivo

Antes da gente falar sobre controlar o ciúme, é preciso descobrir se o seu sentimento é normal ou sobrepassa os limites.

 

A maioria das pessoas que sofre de ciúmes exagerado, nem desconfia do problema que enfrentam. Sem perceber, elas se tornam possessivas e acabam com seus relacionamentos.

 

Ao aprender a identificar o ciúme excessivo, é possível evitar o sofrimento e ter um relacionamento sadio e feliz.

 

Quem é muito ciumenta, dá sinais marcantes desse problema. Um relacionamento normal também tem ciúme envolvido, porém, em muito menor intensidade e ele não desgasta a relação como faz quando é exagerado.

 

Sinais para Saber se Você é Ciumenta Possessiva

Sinais de Ciúme Possessivo

 

Um sinal clássico de ciúmes possessivo é a implicância com as atividades individuais do parceiro. Como sair para jogar futebol ou uma reunião com os amigos, fazer horas extras no trabalho e até mesmo estudar uma carreira nova.

 

A pessoa possessiva desconfia que todas as vezes que o outro sair sem ela, estará lhe traindo. O medo de perder é tão grande que chega a ser egoísta ao extremo. Ela deixa de viver a própria vida, para controlar a vida do outro.

 

Outro sintoma bem comum é vasculhar as redes sociais do amado em busca de qualquer sinal, por menor que seja, para desconfiar e interrogar a respeito de curtidas em fotos, conversas do WhatsApp e Messenger, e mensagens na caixa de e-mail.

 

Sentir ciúmes do passado do parceiro é também um sinal de que está exagerando na dose de ciúme. E falando em passado, para aprender como controlar o ciúmes possessivo, devemos conhecer suas origens.

 

Origens do Ciúmes Possessivo

O ciúme possessivo pode ter várias origens e é importante conhecê-la para controlar. Sabendo disso, é possível deixar de ser ciumenta e fazer com que o relacionamento não se desgaste.

 

O ciúme tem mais relação com a pessoa que o sente, o ciumento, do que com o relacionamento ou o parceiro em si.

 

Existem pessoas que são ciumentas por alguém que nem sequer tem um relacionamento amoroso. Se esse é seu caso, eu recomendo à você esquecer o amor platônico e seguir em frente.

 

Vou listar aqui as origens mais comuns e logo a seguir como controlar o ciúme possessivo.

 

1- Baixa Autoestima e Autoconfiança

A autoestima é a principal causa do ciúme possessivo segundo especialistas em relacionamento.

 

Uma pessoa tem baixa autoestima geralmente quando teve mais experiencias negativas do que positivas. E isso faz com que tenha pouco amor próprio e se sinta inferior as demais.

 

As pessoas que se sentem inferiores geralmente se acham feias ou que estão acima do peso. Esses pensamentos levam à falta de autoestima e geram insegurança.

 

Assista ao vídeo abaixo e conheça uma história que ajuda a ilustrar bem a autoestima como origem do ciúme.

 

 

2- Desilusões Amorosas Anteriores

Nossas experiências passadas podem nos levar a desenvolver o ciúmes possessivo sem perceber, como forma de autodefesa.

 

Uma pessoa que já passou pela experiência de ser abandonada ou traída anteriormente. Tem muitas chances de projetar no parceiro atual seu medo de passar por isso novamente, e se torna extremamente ciumenta.

 

Para resolver isso é preciso, antes de mergulhar em uma nova relação, superar uma traição do passado.

 

Mas as experiências passadas não se limitam somente aos seus relacionamentos. Elas podem remeter a um passado mais distante, sua infância.

 

3- Reproduzir a Vida Amorosa dos Pais

Ciúmes de Acordo ao Relacionamento dos Pais

 

Nos absorvemos grande parte das lições dos nossos pais. Consciente ou inconscientemente imitamos também seu comportamento. Pode soar um pouco estranho, mas uma pessoa pode ser ciumenta devido ao relacionamento dos seus pais.

 

Você pode pensar que seu parceiro lhe é infiel como seu pai era com sua mãe. Sem perceber, acaba julgando ele culpado sem a menor prova ou indicio de que isso esteja acontecendo.

 

Ou pode ainda ter o mesmo ciúme exagerado que sua mãe tinha. Sem querer você acabou adotando esse comportamento e agora repete os mesmos passos.

 

Independente da origem desse sentimento de posse, o importante é aceitar que tem um problema, entende-lo e buscar corrigir antes de estragar o relacionamento.

 

Como Controlar o Ciúmes Possessivo

Quando falamos em como controlar o ciúme possessivo, entendemos que somente mudando a mentalidade da pessoa ciumenta é que solucionaremos o problema.

 

Portanto, para deixar de ser ciumenta, você precisará trabalhar sua autoestima, sua autoconfiança, a confiança em seu parceiro e em seu relacionamento.

 

Abaixo vou te dar 3 dicas de como melhorar os aspectos fundamentais do relacionamento e controlar o ciúme exagerado.

 

Se você me perguntar qual delas é a mais importante e que traz mais resultados, eu diria que é a segunda. Uma mulher segura e confiante controla todos os aspectos da sua vida.

 

1- Elevar a Autoestima e o Amor Próprio

A autoestima é um sentimento que nutrimos com nós mesmas. Ele é construído através dos anos a partir das boas e más experiências da vida.

 

Elevando a Autoestima

 

Se olhe no espelho e analise sinceramente os aspectos da sua vida que lhe incomodam. O que te deixa “pra baixo”? Depois trace planos para resolver cada ponto que não te agrada.

 

Por exemplo, ao invés de perder tempo vasculhando ou controlando a vida do parceiro, dedique tempo a si mesma. Vá a academia, leia um livro ou faça qualquer outra coisa que te dê prazer e não invada a vida do outro.

 

Aumente sua Autoconfiança e Segurança

Pessoas ciumentas são quase sempre inseguras de si mesmas. Uma autocritica exagerada pode fazer você deixar de ver suas qualidades e/ou exagerar as qualidades do outro.

 

Quem sente ciúme exagerado costuma se sentir inferior às demais mulheres. Mas se você conhecer o segredo para atrair e manter um homem apaixonado por você, ninguém vai poder superá-la.

 

Aplicando esse atalho mental nos homens, ele vai ficar apaixonado por você e não vai nem pensar em olhar para outra mulher.

 

Treine Confiar mais em seu Parceiro

Autoestima e autoconfiança são os primeiros passos para controlar o ciúmes possessivo. Acima te dei dicas simples de como melhorar esses aspectos.

 

Neste parágrafo, quero te falar de outra coisa que complementa tudo o que já foi dito até aqui e se você começar a aplicar em seu relacionamento, ele com certeza ira melhorar muito.

 

Estou falando do diálogo no relacionamento, entre você e seu parceiro. Ele é a coisa mais importante e pode salvar o relacionamento.

 

A grande maioria das pessoas ciumentas dificilmente se abrem com seus companheiros. Elas sofrem sozinhas até que chega um momento de explosão e acabam brigando feio.

 

É normal que em alguns momentos se sinta insegura ou desconfie do parceiro. Nessas horas não há nada melhor que conversar e esclarecer as coisas. Conte tudo o que lhe incomoda, como se sente e o que espera dele.

 

Use o dialogo também no dia a dia. A conversa diária mantem um presente na vida do outro, diminui as desconfianças e a insegurança.

 

Dialogo no relacionamento

 

Algumas Dicas de Assuntos para o Casal

  • Sentimentos com respeito às situações do dia a dia
  • Sonhos e desejos pessoais
  • Ações que gostaria de ver o outro realizando
  • Qualidades e defeitos de si mesmo e do outro
  • Rotina do trabalho e das atividades individuais

 

Como Deixar de Ser Ciumenta Definitivamente

Temos que deixar claro que a pessoa ciumenta não sente ciúme exagerado por que deseja. Ela é refém das suas emoções.

 

Mas ao perceber que é assim, ela deve agir imediatamente e aprender como deixar de ser ciumenta, para manter o relacionamento.

 

Ciúmes possessivo é sinal de que alguma coisa não está bem com a pessoa. Como vimos ao longo do artigo, as causas podem ser a autoestima ou autoconfiança afetada.

 

Então para deixar de ser ciumenta o primeiro passo é identificar os sinais de que o ciúme passou dos limites e descobrir a origem desse sentimento.

 

Depois disso temos que trabalhar nosso autoconhecimento, a autoestima principalmente.

 

Com nossa autoestima e autoconfiança elevadas, percebemos que não dependemos de outra pessoa para ser feliz.

 

Tudo o que vier depois disso serão relacionamentos leves e felizes. Sem posse, medo, culpa ou ciúmes.

 

Eu sofri muito por estar apegada a uma pessoa. Foi com a ajuda do Coach de Relacionamentos e o Método do Respeito que me liberei do apego emocional, aumentei minha autoestima e alcancei a felicidade sem depender de ninguém.

 

Deixar de Ser Ciumenta Definitivamente

 

A ajuda de um profissional em relacionamentos é sempre bem-vinda para encurtar os caminhos e evitar que a situação se agrave.

 

Quando Esse Sentimento passa a ser Doentio?

A linha entre o ciúme possessivo, que vimos mais acima, e o ciúme doentio é muito tênue, mas a reação do ciumento é muito mais grave quando esse sentimento se torna patológico.

 

Nesse caso é necessário acompanhamento profissional para controla-lo.

 

Se bem nenhum dos dois é saudável, o ciumento possessivo acaba sendo somente chato ou irritante, enquanto o doentio pode se tornar violento e perigoso.

 

O ciumento doentio não consegue distinguir imaginação de realidade e acaba se agarrando a ideia de que o parceiro está sendo infiel.

 

Por mais que existam provas reais que desmentem qualquer possibilidade de traição, a pessoa insiste nessa ideia, se apegando a fatos insignificantes para apoiar sua teoria e aumentar suas dúvidas.

 

Com essa ideia fixa na cabeça, quem sofre de ciúme doentio, fica obcecado em vigiar o parceiro, perseguindo e tentando flagrar a suposta infidelidade, mesmo que seja invadindo a privacidade do outro.

 

O ciumento pode chegar ao extremo de ser violento, e nesse caso, é pior quando se trata de um homem ciumento.

 

Síndrome de Otelo

Síndrome de Otelo é o nome que a psiquiatria deu ao ciúme patológico. O nome foi inspirado na famosa obra do autor britânico Willian Shakespeare, Otelo, o mouro de Veneza.

 

Síndrome de Otelo

 

Na obra, Otelo, o personagem principal, acaba assassinando sua esposa, Desdêmona, devido ao ciúme doentio que sentia por ela. E acaba se suicidando logo depois.

 

Esse ciúme foi reforçado pela influência de Yago. Que somada aos delírios de Otelo sobre a infidelidade de sua amada, acabou tendo um desfecho muito trágico.

 

Apesar de ser uma obra de ficção, há muitos casos parecidos ao de Otelo na vida real. Por isso foi dado esse nome ao ciúme patológico, onde o parceiro se obsessiona com a suspeita de infidelidade do outro.

 

Ciúme Doentio – Sintomas e Características

Quem sofre de ciúme doentio é capaz de fazer as coisas mais absurdas com seus parceiros, transformando-os, em pouco tempo, em vítimas de seus delírios e obsessões.

 

Os sintomas ou características desse tipo de ciúme são os mais variados, porém, todos eles têm o controle excessivo e a desconfiança como pilares principais.

 

Além de claro, fazer da vida do parceiro um verdadeiro inferno.

 

Alguns sinais comuns e que você deve ficar atenta

  • Telefonam insistentemente e não aceitam não ser atendidas a todo momento
  • Implicam de forma rude e agressiva com seu estilo de roupa, penteado, make-up, perfumes, etc.
  • Contratam detetives para te seguir e vigiar ou faz isso ele mesmo
  • Fazem interrogatórios cada vez que o parceiro chega em casa, procurando possíveis sinais de infidelidade e contradições
  • Invade a privacidade do outro checando e-mails, contas bancarias, celular, redes sociais, etc.
  • Ameaça fazer dano a si mesmo e até se suicidar pelo “amor” que sente
  • Ameaça, agride por suspeitas infundadas de infidelidade e podem até matar

 

Causas do Ciúme Patológico

Alguns estudos apontam que outros transtornos podem levar a pessoa a desenvolver o ciúme patológico em seu relacionamento.

 

Doenças como Bipolaridade, Neurose, Esquizofrenia, Alzheimer ou Parkinson são citadas como possíveis causas.

 

Outros casos da Síndrome de Otelo têm origens no consumo excessivo de drogas. Algumas ilegais como cocaína e metanfetaminas, como também álcool e remédios psiquiátricos.

 

Mas sempre as principais causas do ciúme doentio são apontadas como sendo a insegurança, baixa autoestima e o desejo de estar sempre no controle do relacionamento.

 

Como Tratar esse Distúrbio

O problema da síndrome de Otelo, é que a grande maioria não aceita que tem um problema e precisa de tratamento profissional.

 

Então, o primeiro passo é que o ciumento tenha o desejo de se tratar e controlar seus sentimentos.

 

Depois de aceitar que tem um problema e que precisa de tratamento é preciso procurar um profissional psiquiátrico. Além de psicoterapia ele pode receitar remédios, dependendo do grau e causa do ciúme patológico.

 

Caso a causa do ciúme seja abuso de drogas, é importante também eliminar essa causa. Com isso já pode ocorrer uma melhora significativa nos episódios de ciúme.

 

Além do apoio ao ciumento, a vítima deve também procurar por apoio emocional e se a situação passar dos limites também ajuda policial e jurídica.

 

O processo de recuperação do relacionamento pode ser muito difícil, mas todos temos a possibilidade de nos tornar melhores trabalhando juntos.

Aprenda Como Controlar o Ciúme Possessivo para Ter uma Vida Amorosa Feliz e Saudável
5 (100%) 13 votes

Categorias: Ciúmes